Antônio de Pádua e Diego Paixão encerram ciclo erudito do Genot Maior

30
maio

Nesta quarta-feira, dia 30, o projeto Genot Maior encerra a temporada de shows especiais eruditos, com Duo Trompete e Cello sob o comando de Antônio de Pádua e Diego Paixão Para fechar em grande estilo, os músicos prometem um show que vai surpreender o público presente no Genot Cafés Especiais, da Livraria Saraiva Midway Mall.

“Esse trabalho consiste na fusão de instrumentos que pertencem a famílias tão distintas, mas que resultam numa combinação inusitada e muito interessante. De um lado a imponência do Trompete, do outro a versatilidade do Cello, e entre eles a simplicidade do cavaquinho. Porém, uma coisa os une, uma música repleta de erudição, feita simultaneamente com a mente e com o coração, visando proporcionar a quem à escuta uma viagem sonora por um universo surpreendente, repleto de nuances”, adianta Pádua.

O Duo é composto por músicos com formação erudita e com experiências musicais diversas. O compositor e multi-instrumentista Antônio de Pádua apresentará obras de sua autoria, transcrições de clássicos da música universal e alguns arranjos feitos especialmente para essa formação, já o violoncelista Diogo Paixão empresta todo seu talento e virtuosidade em prol de uma música feita acima de tudo com muita seriedade e compromisso com a arte.

Por fim, este projeto vem mostrar que no nosso estado também produz música erudita de qualidade. Como todos já sabem a apresentação começa às 19h, indo até às 20h30. Vale a pena aparecer, afinal de contas o café é especial e som da melhor qualidade! Deixe a música por nossa conta, a entrada é franca.

Mais sobre os músicos:

Antônio de Pádua – Compositor, multi-instrumentista e arranjador. É bacharel em trompete pela UFPB, professor de cavaquinho e trompete e pandeiro do IMWA em Natal/RN, maestro da Banda Independente da Ribeira (orquestra de frevo), e da Banda de Música da cidade de Goianinha/RN. Integrou a orquestra infantil, infanto-juvenil e jovem da Paraíba, e atuou como músico convidado nas orquestras: Sinfônica da Paraíba, Sinfônica do RN e Filarmônica Norte-Nordeste. Integrou a Orquestra Metalúrgica Filipéia reconhecida nacionalmente por ter em sua formação grandes nomes da música instrumental paraibana consagrados no cenário nacional e internacional. Pesquisador dos ritmos brasileiro, fabrica pandeiro, e está preparando um método e uma vídeo aula que é o resultado de suas experiência como panderista. Em 2002, gravou o primeiro CD do grupo, que rendeu ao grupo o Prêmio Hangar de Música, de melhor disco instrumental do ano.

Diego Paixão – Iniciou seus estudos de Violoncelo aos 13 anos de idade com Ailson Saraiva Campos, depois ingressou no curso de extensão em música da UFRN, passa a integrar a classe de violoncelo do professor Faisal Kamal Hussein. Ainda na referida instituição, é admitido na classe do professor Fábio Soren Presgrave para o curso Técnico em Música. Depois ingressa no curso Bacharelado em Música. É integrante da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Como solista, atuou em concertos com a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, Essemble IL MUSICCI, entre outras. Como camerista atuou em grupos como UFRN Cellos e Essemble Devos Cello. Em 2011 prestou prova para Hochschule Für Musik Karlsruhe (Alemanha), à convite do Prof. Martin Ostertag. Participou de diversos master classes de professores como Antônio Del Claro, Watson Clis, Robert Suetholz (EUA-Brasil), Miguel Rocha (Portugal), Márcio Mallard, Leonardo Altino (EUA-Brasil), Matias de Oliveira Pinto (Brasil-Alemanha), Martin Ostertag (Alemanha), Darret Adkins (EUA) e Sanja Mitrovich (Sérvia- Alemanha).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *